CUBA: Havana | TRAVELLING

12 junho, 2017



In Havana, you can always hear music in the background. Be ready to enter a city strongly focused on tourism, where, in addition to music, you can easily find other art forms such as dancing, painting and sculpture.

I think that all Cuban cities are peculiar each in their own way. In all of them, we noticed the will of the people wanting to know more about other cultures, but in Havana, mainly in the old part of the city, you will be approached constantly. We always replied with a smile, but that only meant our journey took twice the time. However there's no harm in it, after all, we were with plenty of time to explore the streets of Havana and its people.

Our first Havana impression wasn't the best, there are many buildings begging for a restoration and streets in need of maintenance. The Malecon was not particularly crowded either, considering the sea was rough. It was only when we discovered the area around the Old Square ("Plaza Vieja"), in Old Havana, that we fell in love with the city. However, I still prefer Trinidad, the city protected by UNESCO which I have spoken about here.

I've shared with you this look shot on one of the buildings at Old Square and tomorrow there will be another shot in a street close by. Thankfully we discovered this recovered Havana just before we had to return to Varadero.
___

Em Havana não há um minuto em que não estejam a ouvir música de fundo. Preparem-se para entrar numa cidade marcada fortemente pelo turismo onde além da música encontram outras formas de arte como a dança, pintura e escultura. 

Acho que todas as cidades cubanas tem as suas particularidades e características que as tornam únicas à sua maneira. Em todas, reconhecemos a vontade do povo em querer saber mais sobre outras culturas mas em Havana, principalmente na parte antiga da cidade, serão abordados constantemente. Respondemos sempre com um sorriso, mas isso implicou que demorássemos mais tempo no nosso percurso. Não tem mal, afinal andamos sem pressas a descobrir as ruas e as pessoas de Havana. 

A nossa impressão da cidade não estava a ser a melhor, existem muitos edifícios a precisar de restauro e ruas a precisar de manutenção. O malecón também não estava particularmente cheio tendo em conta que o mar estava bravo. Foi quando descobrimos a área em torno da Praça Velha, em Havana Velha, que nos apaixonamos pela cidade. No entanto, eu continuo a preferir Trinidad da qual vos falei aqui.

No outro dia partilhei convosco este look fotografado num dos edifícios da Praça Velha e amanhã haverá outro fotografado numa outra rua linda e cheia de cor! Ainda bem que ainda conseguimos descobrir esta Havana restaurada antes de voltarmos para Varadero.










( look )






0 comentários :

Back to Top